Ministério Público de Pernambuco
Ministério Público de Pernambuco
 

Destaques do MPPE

15/09/2020 - O Ministério Público Eleitoral em Pernambuco lançou, em coletiva de imprensa online realizada na manhã desta terça-feira (15), a campanha "Pelejando por uma eleição mais justa". O procurador regional eleitoral, Wellington Saraiva, e o procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, apresentaram à imprensa a campanha de comunicação, que contará com os personagens "promotor rochedo", "candidata legal" e "eleitor sabido" como porta-vozes sobre temas relevantes do processo eleitoral marcado para os próximos meses.

"Nossa campanha é uma evolução de um trabalho que começou em 2018 e vai ser intensificado neste ano, pois teremos Eleições Municipais. A finalidade da campanha é conversar com os cidadãos para que eles conheçam seus direitos e possam recusar práticas indevidas", detalhou Wellington Saraiva.

O procurador regional eleitoral ressaltou ainda que, em virtude da pandemia da Covid-19, as Eleições Municipais de 2020 verão uma ampliação do papel da tecnologia na corrida eleitoral. "Por isso, o engajamento do público e o trabalho da imprensa são fundamentais para evitar excessos e ilegalidades no exercício da democracia durante o processo eleitoral", complementou.

Já o procurador-geral de Justiça apontou que o desafio do processo eleitoral é garantir que os cidadãos possam exercer seu direito ao voto sem comprometer as medidas de contenção da Covid-19.

"O Ministério Público vai atuar para garantir o direito de todo cidadão votar e ser votado. Para que esse direito seja exercido de forma consciente, vamos reforçar o respeito às normas sanitárias, promover a informação de qualidade e o combate às fake news", relatou Francisco Dirceu Barros.

coletiva - Campanha “Pelejando por uma eleição mais justa"
 

Pelejando — Usando versos rimados, com vocabulário típico de Pernambuco, e elementos gráficos característicos da literatura de cordel, a campanha busca dialogar com os cidadãos e cidadãs de maneira informal e bem humorada, para estimular sua participação na fiscalização do processo eleitoral e promover o voto responsável e consciente, além de orientar os candidatos sobre o que pode e o que não pode ser feito ao longo da disputa.

A campanha conta com spots de rádio, publicações para redes sociais e aplicativos de mensagens e até figurinhas para WhatsApp (também conhecidas como stickers). Estão sendo abordados, inicialmente, cinco temas: identificação e estímulo à denúncia de propaganda eleitoral antecipada (este ano, a campanha eleitoral só começa em 27 de setembro); a importância do distanciamento social e do uso de máscaras nos atos de campanha e pré-campanha; a atenção contra a disseminação de notícias falsas (as chamadas fake news); o combate à distribuição de bens em troca de votos e a importância da participação das pessoas na fiscalização do processo eleitoral.

Todo o material está reunido em uma página na internet, onde a população poderá baixar os arquivos e se engajar na peleja por uma eleição mais justa: http://bit.ly/pelejando2020.

Criação – Não houve uso de recursos públicos na realização da campanha, que é iniciativa da Procuradoria Regional Eleitoral em Pernambuco (PRE/PE) – órgão do Ministério Público Federal (MPF) ao qual está vinculado o procurador regional eleitoral de Pernambuco – e do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) – de onde vêm os promotores eleitorais. A iniciativa concretizou-se a partir do trabalho das Assessorias de Comunicação desses órgãos (MPF e MPPE), que compõem o MP Eleitoral em Pernambuco, e da valiosa colaboração de parceiros e voluntários.

Os textos, as peças para redes sociais e as figurinhas para WhatsApp foram elaborados pelas Assessorias de Comunicação dos órgãos, que coordenam a campanha. As ilustrações, criadas especialmente para o projeto, de forma voluntária, são de autoria dos artistas plásticos Rafa Saraiva (Instagram: @rafasaraiva.art) e Mila Cavalcanti (site: milacavalcanti.com). Os spots de rádio contam com locução do engenheiro e servidor público Gilmar Lyra, da jornalista e servidora pública Wilza Saraiva e do jornalista Daniel França. As gravações foram editadas pelo sonoplasta José Farias, da Secretaria de Comunicação da Procuradoria-Geral da República (PGR).

Mila Cavalcanti e Rafa Saraiva, que sempre valorizaram a cultura regional em sua produção artística, expressaram em versos a satisfação de contribuir com a campanha: “A gente, como artista, eleitor e cidadão, tem a honra e o orgulho, praticamente obrigação, de se juntar ao MP com nossa contribuição, para que Pernambuco tenha uma justa eleição”.
Para Gilmar Lyra, declamar os versos em uma campanha do MP Eleitoral é uma oportunidade especial. “Como eu já desenvolvo este trabalho com poemas da nossa cultura, me sinto honrado mais uma vez em contribuir com esta campanha de conscientização e responsabilidade de cada eleitor”, declarou.

Para Wilza Saraiva, a campanha tem papel importante de chamar a atenção para as normas que regem o processo eleitoral, que muitas pessoas, até candidatos, desconhecem. “O uso de elementos do cordel é muito bacana, porque permite falar de algo sério de uma forma leve e cheia de arte”, disse. Responsável pelas assinaturas dos spots, Daniel França declarou que “é um prazer colocar a comunicação a serviço da cidadania, principalmente num momento tão decisivo e importante para a sociedade e construção da nossa democracia”.

Simbolismo – Com o intuito de promover a igualdade de gênero e raça, a campanha tem entre os personagens um negro – o promotor rochedo – e uma mulher – a candidata legal. Eles simbolizam, no contexto dessa campanha, a diversidade da população, promovendo ampla representatividade das pessoas.

Canais de denúncias – As peças da campanha trazem dois canais de contato que os cidadãos e cidadãs podem usar para informar ao MP Eleitoral em Pernambuco eventuais irregularidades de que tenham conhecimento. O número de WhatsApp (81) 9.9679.0221, que funciona com atendimento automático, e o site www.mpf.mp.br/prepe.

É importante que as denúncias sejam acompanhadas de informações e provas para que o MP Eleitoral possa tomar as providências cabíveis.

Destaques Notícias


Veja todas as Notícias
Consulta de Licitações
publicidade consulta licitação
Consulta de Licitações
Diário Oficial
Diário Oficial
Diário Oficial
Consulta Processual
publicidade consulta processual
Consulta Processual
Publicidade Transparência SIC
Publicidade Transparência SIC
Sistema SIM
Sistema SIM
Ministério Público de Pernambuco
Ministério Público de Pernambuco